quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Centro histórico de Santiago do Chile

Por: Adriana Aguiar Ribeiro


Quem visita o blog sabe que sou fã do Chile. Não sou turista de uma vez no país. Sempre que possível, que consigo passagens facilitadas, seja em promoções ou com milhas, damos uma escapada para Santiago e arredores. 

Hoje vou falar um pouco mais do centro de Santiago, que sempre encanta com seus prédios antigos. Já que não dá para conhecer tudo em uma única visita, a gente acaba voltando para poder conhecer o que não conseguiu ver. 

Com ajuda do Google Maps, coloquei o roteirinho das atrações abordadas neste post em um mapa. Assim você pode ter noção do quanto tudo é próximo, bastando uma pequena caminhada de distância para visitar todos os pontos. 

Palacio La Moneda


O Palacio La Moneda, além de ser palco da tradicional Troca da Guarda (Cambio de La guarda), que é linda e bem organizada (entre aqui para saber o horário), oferece um tour grátis, permitindo ao visitante conhecer o prédio por dentro.  Descobri isso fazendo novas pesquisas para escrever este post e já anotei a dica para uma próxima viagem.  
Montagem de fotos em papel de uma viagem feita em 1995
Um pouquinho da história do Palacio La Moneda: o nome se deve ao fato do local já ter sido utilizado para fabricação das moedas chilenas. Atualmente é a sede oficial da Presidência da República do Chile. O prédio branco, em estilo neoclássico com influência romana, foi construído entre 1784 e 1905. O arquiteto responsável, o italiano Joaquín Toesca, demandou materiais vindos de toda parte do Chile. As paredes do palácio foram construídas com pedras muito grandes, o que garantiu ser esta uma das poucas obras que resistiram aos frequentes abalos sísmicos que assolam Santiago.  

Em frente ao Palácio, na Plaza La Constitución, estão estátuas de todos presidentes do Chile, com destaque para a de Salvador Allende. Além do Palácio La Moneda, estão no entorno alguns órgãos governamentais e importantes jornais, como o Diário La Nación. 

Saindo daqui, recomendo seguir a pé até o Museu de Arte Precolombina.


Museu de Arte Precolombina

Fica a uma pequena caminhada do Palacio La Moneda, É uma visita que recomendo de modo enfático já que ficamos encantados com este museu. Para saber detalhes de nossa visita clique aqui para ler matéria completa no blog.  

Desde o Museu de Arte Precolombina dá para ir caminhando até a Plaza de Armas, onde fica o Museu Histórico Nacional do Chile. Estando por ali vale a pena visitar também a Catedral Metropolitana de Santiago. 

Museu Histórico Nacional do Chile


Instalado no Palacio de La Real Audiencia, datado do século XIX, no Museu Histórico Nacional você poderá ver exposições que retratam a história chilena, desde o período pré-colonial até a ditadura militar chilena (1973-1990). As exposições estão organizadas por salas e andares, com objetos diversos como livros, mobílias, artesanatos, ilustrações, pinturas, ferramentas, armas, entre outros. A introdução se inicia com a história de povos indígenas que habitaram o Chile, seguida pelas exposições relacionadas à chegada dos europeus à America do Sul. E finalmente, as mudanças ocorridas após a declaração da independência do controle espanhol, as consequências da Revolução Industrial no país, até as revoluções do século XX, com ênfase para o golpe militar de 1973, com o comando de Augusto Pinochet. 

Menciono em outra matéria aqui no blog meu interesse em ver um quadro específico (de Ines Suarez), exposto no Museu Histórico Nacional, fruto da leitura do livro da escritora chilena Isabel Allende, Ines da minha Alma. 


Catedral Metropolitana de Santiago

Em Plaza de Armas, ocupa o local reservado para a construção de um templo, por Pedro de Valdívia. A Catedral Metropolitana de Santiago é o quinto templo a ser construído no lugar. Os anteriores foram destruídos por guerras contra indígenas ou por terremotos, responsáveis por grande parte da destruição de prédios no Chile. Sua construção teve início em 1748. Atualmente é a sede da Arquidiocese de Santiago do Chile e é o principal templo católico do país. Fica ao lado do Palácio Arcebispal e o conjunto é considerado Monumento Nacional do Chile. 

A riqueza de detalhes da catedral deslumbra qualquer visitante. Há peças em ouro e prata, tudo isso na grandiosidade desta formosa igreja. 

Além dos mencionados nesta matéria, há muitas outras atrações pelo centro de Santiago. Se você tiver sugestões de outros pontos interessantes, compartilhe aqui com a gente!


Um comentário:

  1. muito interessante e completa a descricao . Ja fui ao Chile e recordei ...

    ResponderExcluir

O que você achou desta matéria? Compartilhe aqui sua experiência com outros leitores!