domingo, 28 de fevereiro de 2016

Passeio de barco em Paraty: vale a pena?

Fazer um passeio de barco é essencial em uma visita a Paraty. Esse é o único jeito de visitar as praias (e ilhas) belíssimas que ficam na cidade. Os itinerários do passeio, que dura cerca de 4h, mudam de acordo com a embarcação. As saídas ocorrem diariamente às 11h* saindo do Cais de Paraty, onde há dezenas de barcos. Geralmente são feitas quatro paradas nas praias e cada uma delas dura aproximadamente 40 minutos, quando se pode descer ou não do barco. Engana-se quem pensa que o passeio demora. É mais rápido do que se imagina. No passeio você pode mergulhar, descansar, cochilar, tirar foto embaixo da água e relaxar na tranquilidade das águas de Paraty!

O roteiro (que fiz) englobou paradas na Praia Vermelha, Praia da Lula, Lagoa Azul e Ilha Comprida, passando por outros lugares como a Ilha dos Mantimentos, que tem uma “casinha” bem curiosa pertencente ao italiano Sergio Maggiore. A ilha tem esse nome porque, na época colonial, os portugueses deixavam os alimentos lá quando não podiam chegar até o porto por conta da maré. Toda história das ilhas/praias e seus nomes foi explicada pelo cantor do barco. São histórias diferentes e bem interessantes.

Apesar de o roteiro ser bem semelhante entre as diversas embarcações, é importante atentar à capacidade de pessoas permitida e ao preço, é claro. Alguns barcos acolhem quase 150 pessoas, geralmente são os de dois andares. Portanto, é lógico: quanto mais gente, mais cheio e menos espaço. Na minha concepção e dos barqueiros do Cais, é melhor pegar os barcos que embarcam no máximo 70 pessoas (é difícil lotar, sempre vai menos gente).

O melhor do passeio é a calmaria das águas de Paraty. Além de calmas, são também uma delícia de se refrescar – não é gelada comos as águas de Cabo Frio, Búzios... Isso faz com que você queira ficar mais tempo na água e fazer mais passeios de barco em Paraty.

Sobre as embarcações

No cais há muitos barcos. Os preços ficam entre de R$30 e R$50. Alguns barcos (como o que eu fui) cobram couvert artístico e 10% nos serviços. Não fica caro no final das contas. E, afinal, não é todo dia/ano que se faz um passeio de barco, certo?

A maioria das embarcações pesquisadas ofereciam frutas, água e café. Mas, no meu, esses itens só foram oferecidos quase no final do passeio. Além disso, há também um cardápio da cozinha disponível com almoço (prato feito), petiscos, sucos, refrigerantes e drinks.

Por outro, lado não vi problema em entrar com algumas comidinhas (biscoitos e frutas, caso a viagem seja feita com crianças e até mesmo adultos). Há uma parada para almoço. O barco fica ancorado em meio à imensidão do mar enquanto um som é tocado e você ‘recapitula’ as energias para continuar a viagem.

Todos os barcos oferecerem macarrão (boia) para segurar nos mergulhos. Kits de mergulho (snorkel e máscara) são alugados à parte, mas nada impede que o passageiro leve o próprio material de mergulho.

Dicas

Se for realizar um passeio de barco, tire um dia só para isso. Descanse, faça um bom café da manhã e vá repleto de energia.
*Recomendo a visita ao cais um dia antes do passeio para verificar os preços, itinerários e horários.
Próximo à praia do Pontal, antes da ponte, há pequenas embarcações de proprietários caiçaras que fazem os passeios também. Bom para quem quer exclusividade e viajar com a família. O maior barco deve acolher oito pessoas e a hora do passeio, que pode ser planejado e montado por você, custa em torno de R$100,00. Esses passeios oferecem água, mas não há alimentação/restaurante. (Preferi o passeio com barco maior. É mais dinâmico, alegre e mais em conta também. Mas a escolha vai de cada um.)
• Leve protetor solar, boia para as crianças, canga/toalha, chapéu/boné, além de itens pessoais. Itens importantes para ter mais conforto e segurança no passeio.
• Se você quer tranquilidade seja criterioso ao escolher seu barco. Alguns tocam músicas da atualidade (sertanejo, eletrônica, funk, etc), bom para quem quer animação. Outros, mais tranquilos, oferecem música ao vivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou desta matéria? Compartilhe aqui sua experiência com outros leitores!